Principal > Notícia > Casamento coletivo em unidade penitenciária une 19 casais no Cariri

Casamento coletivo em unidade penitenciária une 19 casais no Cariri

21 de agosto de 2019

casamento PIRC

Dezenove casais celebraram a união durante uma cerimônia realizada na Penitenciária Industrial Regional do Cariri (PIRC), na manhã desta terça-feira (20), em Juazeiro do Norte. Os internos da unidade e as noivas tiveram o compromisso selado por um pastor, devidamente registrado por um representante do cartório. A Defensoria Pública do Estado do Ceará foi uma das instituições convidadas a testemunhar o momento e o defensor público Célio José Saraiva, supervisor da Defensoria Pública em Juazeiro do Norte, esteve presente.

“Entendemos que o casamento é um incentivo à ressocialização para essas pessoas que estão aqui. Quando você casa com alguém, você busca uma nova vida. Essa iniciativa é uma forma de demonstrar que a sociedade também quer ver essas pessoas reinseridas”, pontuou o defensor. A ação foi uma parceria entre a direção da unidade e o Cartório Pariz, que constantemente realiza casamentos coletivos na região.

De acordo com o diretor da unidade, Mayk Carneiro, esta é a segunda vez que casamento coletivo aconteceu dentro da PIRC em 2019. “O casamento coletivo geralmente é uma solicitação das famílias e acolhemos e realizamos aqui dentro. É uma forma de mostrar que estamos atentos a esses pedidos e, de uma certa maneira, apaziguar os ânimos dentro da unidade”, reforça o diretor.

Todos os internos que participaram da celebração já viviam em regime de união estável e, antes da celebração do casamento, participaram de palestras sobre a importância do ato. Esta não é a primeira vez que as celebrações acontecem dentro das penitenciárias cearenses. No último dia 2 de agosto, a Secretaria de Administração Penitenciária organizou a cerimônia de casamento de  25 detentos no Presídio Professor Olavo Oliveira II (IPPOO II). As ações integram um trabalho de ressocialização dos presos.