Principal > Notícia > Defensores públicos visitam local de desabamento de prédio em Fortaleza e disponibilizam os serviços da instituição

Defensores públicos visitam local de desabamento de prédio em Fortaleza e disponibilizam os serviços da instituição

17 de outubro de 2019

IMG_8533

A Defensoria Pública do Estado do Ceará esteve presente na tarde desta quarta-feira (16) no local onde aconteceu o desabamento do Edifício Andréa, no bairro Dionísio Torres, em Fortaleza. A visita foi realizada pelos defensores públicos Elizabeth Chagas e José Lino Fonteles, titulares do Núcleo de Habitação e Moradia (Nuham), com o objetivo de disponibilizar os serviços da instituição a quaisquer demandas de cunho jurídico para vítimas e familiares.

“Devido às circunstâncias da tragédia, todas as pessoas estão em situação de vulnerabilidade, e viemos ao local para fazer os contatos necessários com o poder público, com os órgãos que estão trabalhando diretamente no comando da operação e com os profissionais que estão no contato mais próximo aos familiares para deixar claro que todas essas pessoas podem contar com a Defensoria Pública. Seja para acionar a justiça em termos de indenização, aluguel social, dentre outras demandas que a instituição pode atuar”, afirma a defensora pública Elizabeth Chagas.

Os defensores conversaram também com a equipe de psicólogos que fazem o contato direto com os familiares das pessoas que estão desaparecidas. “Optamos em não fazer esse contato direto com os familiares em respeito ao momento, mas fomos recebidos pelas equipes de psicólogos e assistentes sociais que estão conduzindo a situação. Já que eles estão nessa linha de frente com as famílias, é importante que eles entendam o trabalho que a instituição faz”. Reforça o supervisor do Núcleo de Habitação e Moradia, José Lino Fonteles.

Além das demandas relacionadas à moradia, as vítimas podem buscar os núcleos de petição inicial ou o de Defesa da Saúde. “Estamos em contato com familiares de uma vítima que sobreviveu e estava aguardando um leito de UTI no hospital. Estamos apurando mais informações para saber se será necessário mesmo ou não judicializar a demanda. Mas esse primeiro contato é importante para que eles saibam que a Defensoria Pública está de portas abertas”, complementou a defensora pública Karinne Matos, titular do Núcleo de Defesa da Saúde.

Serviço
Núcleo de Habitação e Moradia (Nuham)
Avenida Senador Vírgilio Távora, 2184 – bairro Dionísio Torres
Telefone: (85) 3262.4708

Núcleo de Defesa da Saúde (Nudesa)
Rua Auristela Maia Farias, 1100 – bairro Engenheiro Luciano Cavalcante
(85) 3101.3421