Principal > Notícia > Defensoria participa de oficina sobre serviços para população em situação de rua

Defensoria participa de oficina sobre serviços para população em situação de rua

27 de agosto de 2018

WhatsApp Image 2018-08-27 at 09.32.39
O Núcleo de Defesa dos Direitos da Infância e da Juventude (Nadij) da Defensoria Pública do Estado do Ceará participou, na última sexta-feira (24), de oficina para educadores sociais que trabalham diretamente com serviços municipais para a população em situação de rua, em Fortaleza. A formação ocorreu no Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB) e contou com a presença de servidores técnicos do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Centro Pop e programa Ponto de Encontro.

Foram realizados módulos teórico e prático sobre abordagem a moradores de rua. Na ocasião, a defensora pública Ana Cristina Barreto contextualizou a atuação da Defensoria Pública no que diz respeito a garantia de direitos dessa população. “A participação da Defensoria foi muito esperada. Falamos sobre o fluxo de atendimentos, nossa atuação, núcleos e esclarecemos dúvidas dos presentes”, explica Ana Cristina.

Além dos esclarecimentos, a programação abriu espaço para os relatos de trabalhadores que, diariamente, estão nas ruas para prestar serviços de acolhimento. “São depoimentos e histórias que revelam a realidade desigual e injusta da nossa sociedade”, opina a defensora.

A oficina contou ainda com apresentação teatral. O projeto é encenado pelos educadores nas ruas e nos transportes coletivos da capital cearense. Abordando a violência urbana e a morte de jovens nas cidades, o texto deixou a seguinte provocação: “Gente nasceu pra ser cuidada: ter casa, família, educação, alimentação e, principalmente, ser amada. Gente é pra ter escola, e não pra pedir esmola. Dormindo nas ruas, deitada em papelão, se acabando nas drogas? Ninguém nasceu pra viver nas ruas, ninguém é lixo não!”.