Principal > Notícia > Defensoria Pública cria grupo de trabalho para acompanhamento dos movimentos sociais

Defensoria Pública cria grupo de trabalho para acompanhamento dos movimentos sociais

3 de junho de 2016

GT_movimentosSociais

A Defensoria Pública Geral do Estado do Ceará está com inscrições abertas para defensores públicos interessados em atuar no Grupo de Ações Integradas de apoio aos eventos promovidos por movimentos sociais. Ao todo serão 20 vagas. A ideia é que os defensores públicos inscritos, em sistema de rodízio, compareçam ao evento, ficando à disposição para atuação no caso de violação de direitos. As atividades serão indicadas pela Coordenadoria das Defensorias da Capital, ou do Interior, no entanto, as demandas partirão dos movimentos sociais.

A criação do Grupo de Ações Integradas (AGI) foi uma demanda apresentada pela comunidade durante as audiências do Orçamento Participativo, realizadas no começo do ano. Diante do cenário nacional, um grupo de defensores públicos também identificaram a necessidade de criação de um coletivo institucional que desse resposta aos anseios da sociedade, discutindo a melhor forma de funcionamento do mesmo. “Os participantes do grupo de ações integradas, designados ao evento, deverão comparecer ao local, identificar-se, e, após, ficar à disposição até o encerramento do mesmo. Na hipótese do evento se estender por muitos dias, serão designados mais defensores públicos, de forma a não faltar apoio institucional ao grupo”, destaca a defensora pública e assessora de Relacionamento Institucional da Defensoria Pública do Estado do Ceará, Michele Camelo.

A escolha dos participantes será feita obedecendo ao critério antiguidade, sendo rotativo. Os pedidos de inscrição deverão ser encaminhados para o e-mail cdc@defensoria.ce.def.br, até o dia 10 de junho, com a disponibilidade de 20 vagas. No entanto, a qualquer tempo poderão ser inscritos novos interessados.

Confira o edital completo:

digitalizar0236