Principal > Notícia > Defensoria em Crato e Juazeiro realiza ações sobre Campanha Janeiro Branco

Defensoria em Crato e Juazeiro realiza ações sobre Campanha Janeiro Branco

29 de janeiro de 2018

JBranco JUAZEIROCom o apoio da equipe psicossocial e no intuito de chamar atenção das pessoas para a importância de cuidar da saúde mental, a Defensoria Pública realizou atividades educativas e preventivas nos dias 15 e 17 de janeiro, nas cidades de Crato e de Juazeiro, em alusão à Campanha do Janeiro Branco. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país com maior taxa de depressão na América Latina e o segundo com maior incidência nas Américas, estando atrás somente dos Estados Unidos, que têm 5,9% de pessoas depressivas.
JBranco Crato..
“A Defensoria Pública tem um papel importante para pessoas com demanda de saúde mental tendo como missão lutar pela democracia, ampliando o acesso à Justiça para as classes sociais menos favorecidas”, é o que afirma a defensora pública Jannayna Nobre. As ações em prol da campanha foram voltadas para os assistidos dos Núcleos de Petição Inicial do Crato e de Juazeiro. “Campanhas como essa nos remetem também a uma educação em direitos, viabilizada por profissionais, orientando a população em relação às formas de acesso aos diferentes serviços e políticas públicas”, considera.

No dia 15 de janeiro, no Crato, o ciclo de atividades teve início com a defensora pública Jannayna Nobre e, em seguida, a educadora física do Sesc Kaíza Furtado, que realizou exercícios físicos com os presentes. Ela ressaltou a importância do exercício físico no combate ao estresse e como auxílio para encarar o dia a dia com mais tranquilidade e bem-estar.  Logo depois, o coordenador João Gabriel Cordeiro e a psicóloga Poliana Oliveira Frutuoso– ambos do CAPS –, participaram do primeiro dia, ressaltando a importância da saúde mental e emocional na vida de cada pessoa. Além disso, eles falaram sobre a rede de saúde mental no Município e tiraram dúvidas dos participantes.

Já em Juazeiro, no dia 17 de janeiro, o defensor público Heitor Gadelha falou da importância de cuidar da saúde mental no dia a dia e do papel da Defensoria Pública enquanto instituição que garante os direitos da população menos assistida. Depois, a ação contou com a presença do médico psiquiatra Dr. Tiago Macêdo e da coordenadora Cintia Gomes, ambos do CAPS Infantil. Foram explanados transtornos psicológicos como depressão, esquizofrenia, bipolaridade, ansiedade e transtorno obsessivo compulsivo (TOC), e ressaltada a importância de buscar ajuda profissional em casos do surgimento dos sintomas de alguma doença psicológica.