Principal > Notícia > Defensoria Pública realiza palestra sobre Mediação Familiar

Defensoria Pública realiza palestra sobre Mediação Familiar

12 de setembro de 2016

palestra2

A Defensoria Pública do Estado do Ceará, por meio da Escola Superior, realizará no próximo dia 24 de setembro, às 9h, a palestra “Mediação Familiar”. O evento acontecerá no auditório Jesus Xavier de Brito da Sede da Defensoria Pública e será ministrado pelo professor Conrado Paulino da Rosa. O auditória fica na Rua Pinto Bandeira, 1111, bairro Luciano Cavalcante. As inscrições do evento para defensores públicos são gratuitas. Os defensores públicos interessados em participar do evento, devem mandar e-mail para escola.superior@defensoria.ce.def.br até o dia 22 de setembro de 2016. Para o público em geral as inscrições custam R$40 e para associados do Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM) e mediadores, as inscrições custam R$30.

A defensora pública e diretora da Escola Superior, Roberta Quaranta, destaca a mediação como uma ferramenta que tem sido cada dia mais utilizada no tratamento dos conflitos familiares. “As demandas decorrentes dos litígios dessa natureza se alongam por anos, especialmente em consequência de um modelo defasado de solução de litígios. Ocorre que tais relações, por terem caráter continuado, requerem a mediação como forma de ponte na construção de paz e na mantença dos vínculos, muitas vezes vitalícios, como é o caso de pais e filhos”.

Em um artigo escrito pelo professor, ele explica que “a mediação familiar é realizada de forma interdisciplinar, envolvendo profissionais de diversas áreas, como advogados, psicólogos, assistentes sociais, entre outros, que atuam com a finalidade de auxiliar os envolvidos a que eles possam construir uma nova alternativa para seus conflitos e também, colocarem sua atenção voltada para o futuro, construindo um novo relacionamento após a separação, principalmente em relação a seus papéis parentais”. Ainda, o professor destaca o uso da mediação. “Ela poderá contribuir para que os fenômenos da reincidência processual e morosidade das ações judiciais sejam reduzidos, uma vez que tal procedimento produz resultados qualitativamente duradouros em relação àqueles estabelecidos por intermédio da imposição da sentença”.

Currículo do palestrante

É advogado especializado em Direito das Famílias e Sucessões e mediador de conflitos.
Presidente do Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM) / Seção Rio Grande do Sul (gestão 2014/2015 e 2016/2017).
Doutorando em Serviço Social – PUCRS.
Mestre em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul, com a defesa realizada na Università Degli Studi di Napoli Federico II, em Napoles, Itália.
Professor do Curso de Direito da Fundação Escola Superior do Ministério Público, em Porto Alegre.
Professor da Pós-Graduação Lato Sensu em Direito de Família da PUCRS.
Professor da Pós-Graduação Lato Sensu da Faculdade IDC, em Porto Alegre (RS).
Professor convidado em Pós Graduações em diversas Instituições de São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais e Distrito Federal.
Professor do Verbo Jurídico, em Porto Alegre-RS.
Autor de livros sobre Direito de Família e Mediação Familiar.

Serviço

Palestra Mediação Familiar

24 de setembro, às 9h

Av. Pinto Bandeira, 1111, bairro Luciano Cavalcante