Principal > Notícia > Programa de voluntariado da Defensoria recebe interessados em vivência e conhecimento

Programa de voluntariado da Defensoria recebe interessados em vivência e conhecimento

12 de abril de 2019

voluntariado

Doar tempo em prol de experiências únicas. Foi com esse propósito que a estudante Shirley de Souza escolheu ser voluntária no núcleo da Defensoria Pública em Baturité. O contato direto com os assistidos e processos judiciais foram dando novo sentimento à ela em relação ao trabalho voluntário. “Para além dos conhecimentos jurídicos, tenho aprendido muito sobre a realidade das pessoas. O melhor e mais gratificante é que me sinto muito bem em poder ajudar o outro”, explica. Já são oito meses como voluntária, que ela reveza com a faculdade de Direito, em Fortaleza.

Shirley é uma dos 162 voluntários que atualmente fazem parte da Defensoria Pública do Estado do Ceará. O ingresso acontece através do programa de voluntariado “Amigo da Defensoria, Amigo da Cidadania”, criado em 2017 por instrução normativa. Através desse projeto, a instituição acolhe interessados em adquirir experiência e, principalmente, prestar um serviço de qualidade dentro da atuação da Defensoria, em todos os núcleos do estado. A atividade, por ser de natureza voluntária, não é remunerada, e deve ser prestada por pessoa física. As inscrições podem ser feitas a qualquer momento, por meio de termo de adesão e entrega de documentação (Veja todos os detalhes abaixo).

O Núcleo de Estágio da Defensoria é quem recebe os interessados em participar. Segundo a supervisora do núcleo, defensora pública Andréa Rebouças, o perfil de interessados é formado principalmente por estudantes que estão nos primeiros meses da graduação. “O programa é muito procurado por estudantes em formação acadêmica. Como exigimos uma carga horária mínima concluída de 50% nos editais de estágio, muitos estudantes em início da graduação veem no projeto de voluntariado a oportunidade de conhecer logo o trabalho da Defensoria de perto. É a maioria, mas também recebemos voluntários que estejam em fases mais avançadas do curso e de outras áreas de atuação”, explica Andréa.

O estudante do 3º semestre de Direito, Kennedy Oliveira, ficou sabendo do programa no primeiro ano de faculdade, em Fortaleza. Viu na oportunidade uma chance de aprendizado. “Tentei me informar sobre o estágio e conheci o projeto de voluntariado. Aceitei na hora. Estou no Núcleo de Defesa da Saúde (Nudesa), onde aprendo todos os dias sobre petições, protocolos e decisões judiciais. Recebo acompanhamento do defensor público Francisco Torres. É um ambiente onde aprendo muito diariamente, indico essa experiência para todos”, conta.

Embora seja bastante procurado por estudantes de Direito, são aceitos voluntários de outras áreas, como Psicologia, Serviço Social, Ciências Sociais, Comunicação Social, Administração, Informática e outras de interesse da instituição. “Receber esse público é de extrema relevância. Acrescenta muito ao nosso trabalho, com comprometimento e interesse em prestar um bom serviço ao nosso assistido”, pontua a defensora Andréa Rebouças.

Serviço

Programa “Amigo da Defensoria, Amigo da Cidadania”

Regulamentação: Instrução Normativa 38/2017

Quem pode ser voluntário?

Podem participar os cidadãos maiores de 18 anos que sejam:
– Servidores públicos aposentados;
– Estudantes de Instituições de Ensino Superior das diversas áreas de interesse da Defensoria Pública;
– Profissionais de nível superior nas diversas áreas de interesse da Defensoria Pública, com exceção de bacharéis em direito e advogados;
– Detentores de habilidades em ofícios ou atividades de interesse da Defensoria Pública.

Como aderir ao programa?
Basta dirigir-se ao Núcleo de Estágio da Defensoria Pública do Estado do Ceará portando:
– Ficha de inscrição e termo de adesão Modelo 2018
– Cópia de documento de identidade;
– Cópia do CPF;
– Cópia de comprovante de endereço;
– Duas fotos 3×4;
– Comprovante de matrícula e histórico acadêmico, para os alunos de Instituição de Ensino Superior;
– Certificado de Conclusão de Curso Superior, para profissionais;
– Comprovante de aposentadoria, para os servidores públicos inativos.

Contato: voluntariado@defensoria.ce.def.br