Principal > Notícia > Solenidade oficializa abertura de nova sede da Defensoria no Crato

Solenidade oficializa abertura de nova sede da Defensoria no Crato

18 de fevereiro de 2020

IMG_2335

A população do Crato agora conta com uma sede especializada no atendimento jurídico gratuito. Trata-se da sede da Defensoria Pública inaugurada na manhã desta terça-feira (18). Com o novo equipamento, a expectativa é ampliar os atendimentos ao público com instalações dignas e adequadas para o trabalho desempenhado pelos defensores públicos.

Em 2018, a Defensoria no Crato realizou 18.233 atividades. Já 2019 teve um aumento de 29%, chegando ao número de 23.529. “Esse salto nos atendimentos significa que nós agora temos condições de aumentar essa carga de demandas, e podemos atingir toda a população”, destacou o defensor público Emanuel Jorge de Morais Santana, o supervisor do Núcleo do Crato.

A inauguração da nova sede reuniu os principais movimentos sociais da região, autoridades, a população e contou com a participação da Banda Municipal e Irmãos Aniceto. “A nossa empreitada de luta aqui na Região do Cariri sempre foi muito pautada pela necessidade de garantir os direitos para as mulheres, em qualquer espaço no qual estejamos. Estar hoje na inauguração das instalações da Defensoria é vir, também, demarcar a participação do movimento de mulheres e do movimento negro, garantindo que esse espaço seja ainda mais amplo para atender as demandas dos movimentos”, destaca a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher Cratense, Verônica Izidorio.

As novas instalações trazem, além da Petição Inicial, núcleo especializado como o Núcleo de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher (Nudem). De acordo com dados do Observatório da Violência e dos Direitos Humanos da Região do Cariri, ligado à Universidade Regional do Cariri (URCA), aumentou o número de ocorrências ligados à violência contra a mulher nas cidades de Barbalha, Crato e Juazeiro do Norte, em 2018. Ao todo, foram 2.390 vítimas nos três municípios, resultando numa média de 6,5 casos por dia. Os números de 2019 ainda não foram consolidados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Todos os dias recebemos aqui inúmeros casos. É o sr. Francisco que está com o filho preso, a dona maria que está com o pai em um leito de hospital e teve o direito à saúde negado, a dona Francisca, vítima de violência que procura a Defensoria para tentar se livrar desse ciclo, é o seu José aqui apenas para retificar um documento que está com dados errados e por isso não consegue exercer sua cidadania. São para essas pessoas que eu reforço que essa casa está de portas abertas de forma mais digna, ampla e com mais força, dando um salto no atendimento à população que tem na Defensoria Pública a esperança de ter seus direitos concretizados”, complementa o defensor público.

A nova sede da cidade dispõe de oito gabinetes individualizados para defensores públicos, espaço para os estagiários, copa, recepção, salas de mediação e psicossocial e sala de arquivo. Os atendimento são realizados por oito defensores públicos, complementado por estagiários e colaboradores.

“Essa chegada no Crato marca a identidade da Defensoria na região. Temos um núcleo em Barbalha, outra sede em Juazeiro do Norte e essa inaugurada hoje no Crato é uma forma de dizer que estamos voltados para a população do Cariri, que estamos aqui para ficar, para que a população tenha uma referência onde se sinta que seus direitos serão resguardados. Estamos diante de um período onde os direitos estão sendo questionados e de grande intolerância no país e a Defensoria Pública é uma instituição de garantia desses direitos consolidada por uma melhor estrutura de atendimento e conforto para a população e defensores”, destacou a defensora geral do Estado , Elizabeth Chagas.

Participaram da solenidade o defensor público e coordenador das Defensorias do Interior, Breno Vagner Bezerra Vicente, Kamila Brito, delegada da Delegacia da Mulher, Mara Guedes, assessora de Políticas Públicas para as Mulheres da Prefeitura de Crato, Francisco do Ó de Lima Junior e Carlos Kleber Nascimento de Oliveira , reitor e vice-reitor da Universidade Regional do Cariri, Fabiano Brasil Sales, chefe de gabinete representando o prefeito José Ailton Brasil, José Flávio Bezerra Morais, juiz da 2a Vara Civel, representando a diretoria do Fórum, Rangel Bento Araruna, promotor de Justiça representando o Ministério Público, Leonardo Agonso Franco de Freitas, juiz da Vara de Família e Sucessões do Crato, Renan Lono Xenofonte, procurador adjunto do Município, Sergio Hoffman e Vera Lucia Soares, representantes da Coordenadoria de Saúde do Estado, Valéria Carvalho, da Casa de Migração e Refúgio, Verônica Carvalho, presidente do Grupo de Valorização Negra do Cariri, Jorgeane Martins e Edna Fernandes, assistente social e orientadora do Centro de Referência da Mulher, Celiane David Bisco, presidente dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais, Marciana Barros, do Sesc Crato.