Principal > Notícia > Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus avalia a situação da crise no Ceará

Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus avalia a situação da crise no Ceará

21 de maio de 2020

WhatsApp Image 2020-05-22 at 19.02.51

Nesta quinta-feira (22), a defensora pública geral do Estado do Ceará, Elizabeth Chagas, participou de mais uma reunião do Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus. O encontro virtual foi presido pelo governador Camilo Santana e reuniu a vice-governadora Izolda Cela, secretários de Estado e representantes da Assembleia Legislativa, Ministério Público, Poder Judiciário para avaliar as ações de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19).

O médico epidemiologista Antonio Silva Lima Neto, da Prefeitura de Fortaleza, apresentou dados sobre a contaminação e a taxa de ocupação dos leitos na capital. Para ele, a doença teve uma desacelerada, mas o quadro é de preocupação. O Ceará chegou nesta quinta a 2.161 óbitos por Covid-19 e mais de 31,4 mil casos da doença no estado.

“Apesar de termos ampliado muito nossa rede pública de saúde, a velocidade de contaminação é motivo de grave preocupação. Amanhã chegarão 200 respiradores comprados pelo Governo do Estado e que a serão distribuídos para hospitais públicos de Fortaleza e do interior do Estado. Já são mais de 2.100 leitos abertos pelo Governo do Ceará até agora. Seguimos firmes na luta para salvar vidas”, informou o governador Camilo Santana.

Para a defensora geral Elizabeth Chagas, o momento tem sido de construção coletiva de atuações e de ações de combate à pandemia. “Estas reuniões são importantes para acompanharmos o estágio da pandemia, a taxa de ocupação de leitos, as ações efetivas e ainda discutirmos medidas para auxilar a população neste momento, minimizando os efeitos da pandemia aos cearenses em seus mais diversos aspectos socioeconômicos. É a união de esforços para superar este momento de crise”, disse.

O Comitê é composto por 32 entidades e órgãos do Estado. São eles a Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Prefeitura de Fortaleza, Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal, Tribunal de Contas do Estado, Ministério Público do Trabalho, Tribunal Regional do Trabalho, Ordem dos Advogados do Brasil – Secção CE, Justiça Federal, Defensoria Pública, Aprece, Uece, UFC, Fiec, Fecomércio, Acert, CDL, Anvisa e as secretarias da Saúde, Casa Civil, Segurança, Proteção Social, Educação e Administração Penitenciária